Vigilância Sanitária fará orientação educativa durante a quarentena

Compartilhar

SÃO PAULO – Os fiscais da Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo irão intensificar as orientações educativas para comércios e serviços que ainda descumprem a quarentena. De acordo com o deputado Edmir Chedid (DEM), a atividade contará com o apoio da Polícia Militar e usará dados de telefonia móvel para localizar pontos de aglomerações urbanas e pedir a dispersão das pessoas.

As orientações educativas terão início nesta terça-feira (14) com 200 fiscais do Estado envolvidos nesta primeira fase. “Todas as equipes receberão os dados do Sistema de Monitoramento Inteligente de São Paulo, que funciona em parceria entre o governo de São Paulo e as principais operadoras de telefonia para monitorar os índices de isolamento social e deslocamento urbano”, completou.

O parlamentar explicou que os estabelecimentos comerciais não essenciais que eventualmente estiverem abertos vão receber a visita da Vigilância Sanitária. “Os fiscais vão explicar para os comerciantes e clientes que a adesão às regras determinadas pelo governo de São Paulo para a quarentena é obrigatória e que o fechamento dos serviços não essenciais é uma necessidade”, garantiu.

Nesta primeira etapa, a fiscalização fará uma advertência ao estabelecimento comercial. Se o proprietário não atender voluntariamente à recomendação para fechamento, haverá notificação para que órgãos municipais interditem o comércio. A PM vai acompanhar os técnicos da saúde estadual para suporte na ação. “Todos nós já contabilizamos prejuízos, mas temos que evitar a pandemia”, disse.

 

Guia de Prevenção sobre o Coronavírus
Para ter acesso às informações, clique aqui.

 

Leia Também
SP vai contratar 1.185 profissionais de saúde em caráter emergencial
Agentes de Segurança Pública auxiliam no combate ao coronavírus
UTIs: SP confirma ampliação de leitos para a Região Bragantina
PL que autoriza uso de fundos especiais é aprovado pela Alesp
SP confirma distribuição de 1 milhão de cestas básicas à população
Governo do Estado de São Paulo prorroga quarentena até 22 de abril
Assembleia Legislativa repassa R$ 325 milhões para combater pandemia
Edmir Chedid defende ampliação de benefícios a caminhoneiros
PDL de calamidade pública nos municípios é aprovado pela Alesp
Alesp aprova PDLs de calamidade pública no Estado e na capital

 

Redes Sociais
Facebook | Instagram | Twitter | YouTube.
Pelo celular, no WhatsApp.

 

Informações:
Anselmo Dequero
Assessor de Imprensa
jornalismo@edmirchedid2.hospedagemdesites.ws
(11) 99592 5118

Rolar para cima