Serra Negra: comércio e turismo defendem flexibilização da economia

Compartilhar

SERRA NEGRA – Os representantes dos setores do comércio e turismo de Serra Negra voltaram a defender nesta segunda-feira (15) a adoção de medidas especiais de flexibilização da economia durante o estado de calamidade pública decretado pelo governo em decorrência da pandemia do coronavírus. A defesa ocorreu em uma reunião no Paço Municipal, que contou com o deputado Edmir Chedid (DEM).

De acordo com o parlamentar, esses setores temem principalmente a falência ante as regras determinadas pelo Decreto editado pelo governo estadual, que limita, por exemplo, o horário de funcionamento dos estabelecimentos comerciais. Os hotéis e as pousadas também demonstram muita preocupação com os empregos, que começaram a ser eliminados desde o início da crise em nível estadual.

“Todos puderam relatar dificuldades e apontar críticas em relação ao Decreto do governo estadual. Infelizmente, estas restrições decorrentes da pandemia parecem ter atingido de maneira mais severa as estâncias e os Municípios de Interesse Turístico (MITs). Por isso, já reunimos as reivindicações e críticas num documento que será devidamente apresentado ao governo”, disse o parlamentar.

Edmir Chedid explicou que alguns municípios tentaram adotar medidas especiais de flexibilização a fim de garantir a manutenção das atividades econômicas. As iniciativas, no entanto, foram suspensas por decisões judiciais pelo não atendimento do Decreto editado pelo governo estadual. “Serra Negra tem atuado em parceria com os representantes dos setores do comércio e turismo”, disse.

Imagem: Prefeito de Serra Negra, Sidney Ferraresso, e o deputado Edmir Chedid durante reunião no Paço Municipal.

 

Documento
O documento elaborado pelo parlamentar também está fundamentado nas atividades já implementadas pela prefeitura de Serra Negra, que editou um Decreto para garantir a manutenção da economia local. “Este Decreto, importante ressaltar, foi revogado conforme orientação da Justiça. Desta forma, o município voltou a seguir o que determina o governo do Estado de São Paulo”, completou.

Na reunião, Edmir Chedid reconheceu o empenho do prefeito e vice-prefeito de Serra Negra, Sidney Ferraresso e Rodrigo Magaldi, bem como de vereadores que demonstraram preocupação com os profissionais que atuam nestes setores da economia. “Estamos atentos às reivindicações e também preocupados com a crise provocada pela pandemia. Temos que encontrar alternativas”, concluiu.

 

Redes Sociais
Facebook | Instagram | Twitter | YouTube.
Pelo celular, no WhatsApp.

 

Informações:
Anselmo Dequero
Assessor de Imprensa
jornalismo@edmirchedid.com.br
(11) 99592 5118

Rolar para cima