Governo estadual cria Centro de Contingência do Coronavírus

Compartilhar

SÃO PAULO – A Secretaria de Estado da Saúde instituiu nesta quarta-feira (26) um Centro de Contingência do Coronavírus. A medida se deve à confirmação do primeiro caso da doença registrado no país, segundo o deputado Edmir Chedid (DEM), membro da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa (Alesp).

O Centro de Contingência do Coronavírus contará com profissionais da Secretaria e do Instituto Butantan, além de médicos especialistas das redes pública e privada, sob a supervisão do Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann. “Um trabalho conjunto a fim de evitar uma epidemia”, comentou.

O primeiro caso de coronavírus foi diagnosticado nesta terça-feira (25) num paciente do Hospital Israelita Albert Einstein. Seguindo o fluxo oficial definido pelo Ministério da Saúde, o exame foi enviado para contraprova no Instituto Adolfo Lutz, laboratório de referência nacional para análise de amostras de casos suspeitos.

“O primeiro caso da doença no país foi confirmado em São Paulo; o resultado foi positivo. O paciente estava na Itália. Por isso, o governo estadual, com o apoio da Assembleia Legislativa, decidiu criar este centro de contingência. As demais medidas serão anunciadas nos próximos dias”, complementou o parlamentar.

Imagem: Paciente com coronavírus foi identificado pelo Hospital Israelita Albert Einstein.

 

Registros de Casos
Além da Itália, Edmir Chedid explicou que Alemanha, Austrália, Camboja, China, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Emirados Árabes Unidos, Filipinas, França, Irã, Japão, Malásia, Singapura, Tailândia e Vietnã estão na lista de locais de origem ou de transição da doença definida nesta semana pelo Ministério da Saúde.

A mudança levou em conta o aumento de casos registrados fora do território chinês. As orientações foram replicadas pelo governo estadual às demais regiões administrativas. “Por isso, ao apresentar os sintomas, a pessoa deve procurar um serviço de saúde mais próximo, como fez o paciente que veio da Itália”, disse.

As Secretarias de Estado da Saúde e da prefeitura de São Paulo estão monitorando as pessoas que tiveram contato com o paciente. Todas as ações e medidas seguem protocolos do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde. Para mais informações, acesse o site www.saude.gov.br/coronavirus.

 

Redes Sociais
Facebook | Instagram | Twitter | YouTube.
Pelo celular, no WhatsApp.

Informações:
Anselmo Dequero
Assessor de Imprensa
jornalismo@edmirchedid2.hospedagemdesites.ws
(11) 99592 5118

Rolar para cima