Atividade parlamentar garante repasse de mais R$ 200 mil a Joanópolis

Compartilhar

JOANÓPOLIS – A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional autorizou nesta quinta-feira (27) o repasse de mais R$ 200 mil à prefeitura de Joanópolis. O recurso financeiro, resultado de uma emenda impositiva do deputado Edmir Chedid (DEM) ao orçamento do governo estadual, será destinado à pavimentação da Rua José Galdino, localizada no Jd. Bela Vista.

As obras deverão ter início entre março e abril, segundo a administração pública municipal; a pavimentação será com bloquetes de concreto, similar a outras vias públicas. “Esse tipo de pavimentação tem como característica principal a simplicidade de instalação. Seu assentamento é feito sobre uma camada de pó de pedra, que é bastante resistente”, completou o parlamentar.

Edmir Chedid explicou que a autorização está fundamentada num relatório elaborado pelo prefeito Mauro Garcia, que também contou com o apoio dos vereadores Gilmar Benedito Gonçalves (Gilmar da Correnteza), Irineu de Souza Bueno Neto e Luiz Alexandre Ferraz (Prof. Luizinho). “Todos demonstraram a importância do investimento estadual ao município”, comentou.

Além dos R$ 200 mil à infraestrutura urbana, Edmir Chedid também tem reivindicado mais benefícios a Joanópolis em áreas consideradas essenciais da administração municipal, como habitação e saúde. “O município tem recebido investimentos importantes, inclusive para o turismo. Mas ainda defendemos a liberação de mais recursos financeiros à comunidade”, disse.

Imagem: Representantes da prefeitura e Câmara Municipal de Joanópolis.

 

Investimento
O governo estadual deverá repassar neste ano R$ 5,1 milhões para entidades assistenciais e prefeituras. O valor corresponde às emendas impositivas ao orçamento indicadas pelo deputado Edmir Chedid, que tem defendido na Assembleia Legislativa (Alesp) mais benefícios e melhorias à comunidade e também para o desenvolvimento socioeconômico dos poderes executivos.

Do valor total obtido pelo parlamentar, 50% (R$ 2.580.000,00) serão destinados aos programas e projetos instituídos à saúde pública; o valor restante será dividido aos de administração, cultura e infraestrutura urbana. “Emendas impositivas são justamente aquelas consideradas obrigatórias, que deverão ser totalmente pagas pelo governo estadual até o fim deste ano”, declarou.

 

Redes Sociais
Facebook | Instagram | Twitter | YouTube.
Pelo celular, no WhatsApp.

Informações:
Anselmo Dequero
Assessor de Imprensa
jornalismo@edmirchedid2.hospedagemdesites.ws
(11) 99592 5118

Rolar para cima