União Brasil

TSE aprova criação da União Brasil, fusão entre DEM e PSL

Compartilhar

SÃO PAULO – O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou nesta terça-feira (08) a formação da União Brasil, partido resultante da fusão entre DEM e PSL. “A aprovação, que era esperada por representantes dos dois partidos, foi unânime no TSE”, comentou o deputado Edmir Chedid (União Brasil).

Com a fusão, a União Brasil torna-se, de imediato, a maior bancada na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), com 18 cadeiras – 07 deputados do DEM e 11 deputados do PSL. Também terá a maior bancada na Câmara dos Deputados, com 81 cadeiras, e o PT, a segunda maior, com 53 parlamentares. “Alguns deputados poderão deixar o partido”, acrescentou.

“Pode ocorrer, contudo, uma migração de parlamentares descontentes com a fusão. Para isso, os deputados devem aproveitar a chamada ‘janela partidária’, que permite, em um intervalo de tempo predeterminado antes das eleições, a mudança de sigla sem perda de mandato. Neste ano, a janela ficará aberta entre três de março e 1º de abril”, disse Edmir Chedid.

Em seu estatuto, a União Brasil se declara “social liberalista” e defende o papel do Estado como “regulador” da economia, focado em garantir à população serviços essenciais “como educação, habitação, liberdade de expressão, saúde, segurança e saneamento básico”.

Redes Sociais
Facebook | Flickr | Instagram | TikTok | Twitter | YouTube.
Pelo celular, no WhatsApp.

Informações:
Anselmo Dequero
Frank Toogood

Assessoria de Imprensa
imprensa@edmirchedid.com.br
(11) 99592 5118

Rolar para cima