Prefeitura de Socorro defende investimentos do Estado à Sala Verde

Compartilhar

SÃO PAULO – O Poder Executivo, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Meio Ambiente, poderá contribuir com as atividades do Projeto Sala Verde. Iniciativa da prefeitura de Socorro, esta proposta consiste na ampliação e manutenção de espaços para o desenvolvimento de atividades socioambientais aos cidadãos, com destaque para os estudantes das redes estadual e municipal.

Esta solicitação do deputado Edmir Chedid (DEM), defendida em benefício do município, consta de requerimento apresentado ao governo estadual. No documento, o parlamentar explica a importância do projeto à administração pública municipal a partir dos benefícios previstos à comunidade, como a realização de aulas temáticas e de cursos de formação para os cuidados com o meio ambiente. “Uma iniciativa que tem sido discutida em toda a região”, complementou.

O assuntou foi tratado pelo parlamentar durante reunião com os secretários municipais de Administração e Planejamento, Helnes Carlos Resquioto, e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Henrique Cézar Coutinho da Rocha. De acordo com Edmir Chedid, ambos estão empenhados em obter recursos financeiros para o Projeto Sala Verde; esta iniciativa é recente em nível municipal.

“As expectativas, no entanto, são grandes em relação aos benefícios aos cidadãos, principalmente aos alunos das escolas públicas estaduais e municipais. Por esse motivo, defendi aqui na Assembleia Legislativa a participação direta do Poder Executivo, por intermédio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Meio Ambiente, no repasse de investimentos ao município. É preciso garantir o desenvolvimento deste projeto socioambiental em Socorro”, disse Edmir Chedid.

O Projeto Sala Verde – batizado como “Rio do Peixe” – funciona no Horto Municipal de Socorro. Entre as diversas iniciativas programadas, pretende oferecer para o público atividades culturais, como a exibição dos filmes do Circuito Tela Verde; também prevê atividades pedagógicas, como as relacionadas ao ecoturismo, numa parceria com empreendimentos do turismo rural local.

Imagem: Edmir Chedid entre os secretários Helnes Carlos Resquioto e Henrique Cézar Coutinho da Rocha.

 

Resíduos
Durante a reunião, promovida na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), os secretários municipais também solicitaram apoio parlamentar ao repasse de recursos financeiros do governo estadual para a implantação e consequente manutenção de programas e projetos relacionados ao descarte e tratamento dos resíduos sólidos. “A questão do lixo é algo que preocupa a prefeitura. Precisamos de apoio para definir esta questão”, comentou Henrique Cézar.

O secretário municipal destacou que, apesar do empenho da administração municipal, o descarte e tratamento de resíduos sólidos integram a agenda não somente de Socorro, mas dos demais municípios do entorno, como Lindoia. “Os municípios buscam alternativas a fim de eliminar o problema, mas trata-se de algo caro aos cofres municipais. O Estado é fundamental neste assunto”, concluiu.

 

Redes Sociais
Facebook | Instagram | Twitter | YouTube.
Pelo celular, no WhatsApp.

Informações:
Anselmo Dequero
Assessor de Imprensa
jornalismo@edmirchedid2.hospedagemdesites.ws
(11) 99592 5118

Rolar para cima