Polícia Técnico-Científica elabora relatório sobre a Região Bragantina

Compartilhar

SÃO PAULO – A Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC), vinculada à Secretaria de Estado da Segurança-Pública (SSP), deverá apresentar até o fim de outubro um relatório técnico referente às atividades desenvolvidas pela instituição no Circuito das Águas e na Região Bragantina. A SPTC é responsável pelas perícias criminalísticas e médico-legais realizadas em todo o Estado.

O documento, que será elaborado a partir da reivindicação apresentada pelo deputado Edmir Chedid (DEM), servirá de fundamento à instituição para a implantação de programas e projetos que visam promover melhorias na infraestrutura do Instituo de Criminalística (IC) e do Instituto Médio Legal (IML), assim como no sistema de gestão de atividades funcionais e de recursos humanos.

A confirmação ocorreu durante reunião entre o deputado Edmir Chedid e o superintendente da Polícia Técnico-Científica, Maurício Rodrigues Costa, na sede da instituição, no Butantã, que fica na zona oeste da capital paulista. “Na ocasião, pudemos tratar sobre diversos assuntos relacionados aos institutos, sempre visando a melhoria dos serviços gratuitos à comunidade”, disse o parlamentar.

Edmir Chedid também explicou que a deficiência de recursos humanos aliada à precariedade da infraestrutura da Polícia Técnico-Científica tem resultado em prejuízos, principalmente no IML. “Apesar de o serviço estar regularizado em nível regional, o número de profissionais ainda é insuficiente para atender a demanda observada no Circuito das Águas e na Região Bragantina”, afirmou.

Imagem: Superintendente da PTC, Maurício Rodrigues Costa, e o deputado Edmir Chedid após reunião, em São Paulo.

 

Sede
Durante a reunião, o superintendente da Polícia Técnico-Científica lembrou que o governo estadual está investindo R$ 4,9 milhões na construção de sede própria da instituição, que deverá resultar na melhoria dos serviços prestados à comunidade. O prédio está em fase final de construção, de acordo com a SPTC, na Praça 9 de Julho, em Bragança Paulista (ao lado de sede da Polícia Militar).

O prédio receberá as atividades do Instituto de Criminalística, que atualmente funciona na Rua José Adriano Marrey Júnior, 260, na Vila Municipal; e do Instituto Médico Legal, que hoje está no prédio da Delegacia Seccional de Polícia Civil, na Av. dos Imigrantes, 39, no Taboão. “Farei uma análise comportamental da Região Bragantina; o relatório será entregue a Edmir Chedid”, garantiu.

Maurício Rodrigues Costa afirmou que o relatório técnico poderá comprovar os problemas apontados pelo parlamentar, bem como colaborar à definição de estratégias que, em curto prazo, poderão trazer melhorias aos serviços prestados ao Circuito das Águas e à Região Bragantina. “Este documento será essencial para que possamos atingir com êxito nossa missão”, finalizou o superintendente.

A Superintendência da Polícia Técnico-Científica está subordinada diretamente à Secretaria de Estado da Segurança Pública, trabalhando em estreita cooperação com as Polícias Civil e Militar, além do Departamento Estadual de Trânsito (Detran.SP). Antes da criação da SPTC, a Polícia Civil era a responsável pelo Instituto de Criminalística, fundado com o nome de Delegacia de Técnica Policial.

 

Disponível em Vídeo

 

 

Redes Sociais
Facebook | Instagram | Twitter | YouTube.
Pelo celular, no WhatsApp.

Informações:
Anselmo Dequero
Assessor de Imprensa
jornalismo@edmirchedid2.hospedagemdesites.ws
(11) 99592 5118

Rolar para cima