Mulheres vítimas de violência no Estado podem recorrer à reparação estética

Compartilhar

SÃO PAULO – As mulheres vítimas de violência podem receber gratuitamente reparação estética por meio do Projeto Fênix-Alçando Voo. A atividade, desenvolvida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde e a Turma do Bem, recebeu apoio do deputado Edmir Chedid (DEM).

O parlamentar informou que as vítimas têm acesso às cirurgias estéticas e reparadoras pelo Sistema Único de Saúde (SUS), enquanto os serviços odontológicos são realizados pela Turma do Bem. “O encaminhamento ao programa é feito por juízes, integrantes do Ministério Público e da Defensoria Pública”, disse.

Edmir Chedid explicou que as próprias vítimas e seus familiares também podem solicitar o encaminhamento ao tratamento de reparação estética. Neste caso, as interessadas precisam entrar em contato com a Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Poder Judiciário (Comesp) em horário comercial, de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 17h (exceto feriados).

“O Projeto Fênix-Alçando Voo tem por finalidade promover justamente o resgate da autoestima das mulheres vítimas de violência doméstica. Infelizmente, as marcas provocadas pelo agressor dificultam a reinserção social e até familiar das vítimas, o que preocupa a Assembleia Legislativa”, disse o parlamentar.

 

Comesp
Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar.
Praça Doutor João Mendes, s/n – 13º andar | Sala 1317
Centro – São Paulo/SP
Telefones: 11.2171 4807 e 11.3104 5521
E-mail: comesp@tjsp.jus.br (informações ao interior e litoral).

 

Redes Sociais
Facebook | Instagram | Twitter | YouTube.
Pelo celular, no WhatsApp.

 

Informações:
Anselmo Dequero
Assessor de Imprensa
imprensa@edmirchedid.com.br
(11) 99592 5118

Rolar para cima