Iamspe

Iamspe: parlamentar reitera à Alesp insatisfação com autarquia

Compartilhar

SÃO PAULO – O deputado Edmir Chedid (União Brasil) reiterou nesta terça-feira (09) à Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa (Alesp) sua insatisfação com o Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe). Desde 2020, a autarquia não presta atendimento aos servidores estaduais do Circuito das Águas e da Região Bragantina, como também ocorre em outras regiões do Estado.

De acordo com o parlamentar, tanto o governo quanto a Assembleia Legislativa foram enganados em relação ao compromisso do Iamspe em ampliar e aprimorar o atendimento aos funcionários públicos. “O governador e o vice-governador foram enganados e nós acabamos sendo enganados [os deputados] conjuntamente”, disse à Comissão de Saúde durante reunião em ambiente virtual.

Na ocasião, Edmir Chedid lembrou que parte dos deputados votou favorável ao aumento da contribuição sobre os vencimentos dos servidores públicos estaduais ao Iamspe. Entre 2020 e 2021, por exemplo, a contribuição dos funcionários passou de R$ 1 bilhão para R$ 1,5 bilhão – para o servidor, na prática, esse valor representou um salto de R$ 97,81, em 2020, para R$ 108,71, em 2021.

“Todos nós deputados votamos aqui um desconto maior na folha de pagamento dos servidores (…). Havia um compromisso do governo na manutenção do que ele colocava de recurso [financeiro] no Iamspe”, disse. Desta forma, o Iamspe poderia ampliar os serviços conforme reivindicação ao Circuito das Águas e à Região Bragantina. “É o que todos nós deputados queremos”, acrescentou.

Disponível em áudio

Desgaste
A insatisfação de Edmir Chedid com o Iamspe foi demonstrada em inúmeras oportunidades ao governo estadual. A situação já provocou um “desgaste”, conforme afirmação do parlamentar à Comissão de Saúde. “Tivemos só desgastes, pois alguém no governo falou e não cumpriu. O servidor público que poderia ser atendido no Iamspe sobrecarrega a rede pública”, argumentou.

“Está na hora daqueles que mentiram pro Rodrigo Garcia, que mentiram pro [João] Doria e mentiram pra gente chegar e falar: ‘olha, realmente não fizemos, mas agora vamos fazer’. Ou: ‘nós mentimos mesmo’. Pronto! Sai e acaba com o estoque de mentira”, destacou o parlamentar. “Não podemos mais adiar os convênios entre o Iamspe e as instituições de saúde”, concluiu Edmir Chedid.

Redes Sociais
Facebook | Flickr | Instagram | TikTok | Twitter | YouTube.
Pelo celular, no WhatsApp.

Informações:
Anselmo Dequero
Frank Toogood

Assessoria de Imprensa
imprensa@edmirchedid.com.br
(11) 99592 5118

Rolar para cima