Governo de SP apresenta rede de enfrentamento ao coronavírus

Compartilhar

SÃO PAULO – O Poder Executivo, por meio da Secretaria de Estado da Saúde e do Centro de Contingência, criou nesta quinta-feira (12) uma rede de enfrentamento ao avanço do coronavírus. As iniciativas foram apresentadas pelo secretário José Henrique Germann Ferreira numa reunião com o deputado Edmir Chedid (DEM), que demonstrou preocupação com os casos registrados no Estado.

De acordo com o parlamentar, a rede de enfrentamento terá uma estrutura e assistência eficazes nos hospitais públicos sob a responsabilidade do governo estadual e aumento da prevenção à doença. “A lista inclui desde a aquisição de respiradores e o reforço nos estoques de insumos hospitalares à criação de leitos SUS e treinamento de serviços de saúde para ativação de protocolo de atendimento.”

Edmir Chedid explicou que a primeira medida prevê a abertura de 441 leitos hospitalares estaduais para o atendimento dos casos da doença, além de 600 sob a responsabilidade da prefeitura de São Paulo. “Na ocasião, repassei ao secretário a preocupação de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores do interior paulista, que também estão acompanhando o avanço dessa doença no Estado”, completou.

O governo do Estado determinou, segundo o parlamentar, a compra de kits com capacidade para até 20 mil testes do coronavírus, de 200 aparelhos respiradores e de insumos para os profissionais de saúde dos hospitais estaduais (como aventais, higienizadores em gel, luvas e máscaras descartáveis). “Temos que estar preparados para a doença; e os municípios irão precisar muito do Estado”, disse.

Imagem: José Henrique Germann Ferreira e o deputado Edmir Chedid após reunião em São Paulo.

 

Comissão de Saúde
Na ocasião, o deputado Edmir Chedid solicitou ao secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann Ferreira, o comparecimento numa das reuniões da Comissão de Saúde, da Assembleia Legislativa, do qual é membro efetivo. A ideia, explicou o parlamentar, é oferecer informações aos parlamentares sobre todas as iniciativas que contemplam a rede de enfrentamento adotada em nível estadual.

“Infelizmente ainda existem dúvidas e muitas informações desencontradas. Na prática, isso acaba confundindo e criando uma sensação de insegurança entre a comunidade. Por isso, entendo que a participação do secretário Germann Ferreira seja fundamental às atividades da Comissão de Saúde; fundamentais à orientação dos deputados que representam a população”, finalizou Edmir Chedid.

 

Redes Sociais
Facebook | Instagram | Twitter | YouTube.
Pelo celular, no WhatsApp.

Informações:
Anselmo Dequero
Assessor de Imprensa
jornalismo@edmirchedid2.hospedagemdesites.ws
(11) 99592 5118

Rolar para cima