Franco da Rocha reivindica recursos para a infraestrutura urbana

Compartilhar

FRANCO DA ROCHA – A prefeitura de Franco da Rocha (Região Metropolitana de São Paulo) solicitou na sexta-feira (24) o aumento do repasse de recursos financeiros do governo estadual às obras e aos serviços de infraestrutura urbana. A solicitação consta do documento elaborado pelo prefeito Francisco Daniel Celeguim de Morais (Kiko) ao deputado Edmir Chedid (DEM).

O município possui 152,4 mil habitantes (IBGE, 2018) e uma série de problemas decorrentes da falta de investimentos em infraestrutura urbana, que afetam principalmente os que vivem na periferia. “Apesar do empenho demonstrado pela administração municipal, os recursos financeiros próprios não são suficientes para promover melhorias necessárias à nossa comunidade”, disse.

Edmir Chedid garantiu que, neste sentido, a participação do governo estadual é considerada fundamental à manutenção e consequente ampliação dos programas e projetos desenvolvidos para a infraestrutura urbana. “Por esse motivo, vou reiterar à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional a análise destes programas e projetos realizados pela prefeitura de Franco da Rocha.”

A solicitação foi tratada durante reunião entre Edmir Chedid e Francisco Daniel Celeguim de Morais, que também contou com a participação da secretária municipal de Cultura, Taiana Garcia, do assessor parlamentar Wanderley de Souza e do representante comunitário Edilson Marques de Carvalho (Edilson Marques da Ambulância), promovida na sede da prefeitura, no centro.

Imagem: Edilson Marques, prefeito Francisco Morais (Kiko) e o deputado Edmir Chedid.

 

Juqueri
Na ocasião, o deputado Edmir Chedid conheceu as obras de revitalização e os serviços de restauração promovidos pela prefeitura de Franco da Rocha no antigo Hospital Psiquiátrico do Juqueri – considerada uma das mais antigas e maiores colônias psiquiátricas do Brasil. Depois de concluídos, o local oferecerá aos visitantes acesso a um acervo com mais de 400 obras artísticas.

“O Asilo de Alienados do Juqueri, nome pelo qual era conhecido inicialmente, foi inaugurado em 1898 pelo psiquiatra paulista Francisco Franco da Rocha; em 1929, a estrutura foi ampliada e passou a ser denominada como Hospital e Colônia de Juqueri. Agora, com esta iniciativa da prefeitura, a sociedade poderá conhecer em breve um pouco desta história”, concluiu Edmir Chedid.

 

Redes Sociais
Facebook | Instagram | Twitter | YouTube.
Pelo celular, no WhatsApp.

Informações:
Anselmo Dequero
Assessor de Imprensa
jornalismo@edmirchedid2.hospedagemdesites.ws
(11) 99592 5118

Rolar para cima