Edmir Chedid sugere ao Estado criação do Poupatempo em Amparo

Compartilhar

Parlamentar afirmou que o benefício do governo estadual também irá se estender aos municípios da microrregião.

SÃO PAULO – A Assembleia Legislativa, por meio da Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento, aprovou nesta quarta-feira, 05/07, o parecer do deputado Edmir Chedid (DEM) em relação à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Este documento, aprovado por maioria de votos dos parlamentares, indica a implementação de uma unidade do Poupatempo em Amparo.

O Poupatempo é um programa do governo estadual que oferece em um mesmo espaço diversos serviços de utilidade pública, agilizando o atendimento e descomplicando o funcionamento de órgãos do Poder Executivo Estadual. “Já conseguimos uma unidade do programa a Bragança Paulista. Por isso, nós defendemos a importância deste benefício a Amparo”, explicou o parlamentar.

O anúncio ocorreu alguns dias após a inauguração do Ambulatório Médico de Especialidade (AME) Mais, em Amparo, construído em atendimento às solicitações do parlamentar. “Esta foi uma importante conquista para a comunidade, motivo pelo qual já estamos atuando com a finalidade de garantir mais este benefício para os que utilizam os serviços públicos estaduais”, garantiu.

O Poupatempo, vinculado à Diretoria de Serviços ao Cidadão da Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp), já realizou mais de 545 milhões de atendimentos desde sua criação, em 1997. Atualmente possui 72 unidades fixas em todas as regiões administrativas, além de um posto móvel, que atendem mais de 180 mil cidadãos por dia, segundo o Estado.

Saúde Pública
Além do AME Mais de Amparo, o deputado Edmir Chedid conseguiu a aprovação para a ampliação dos recursos financeiros para os hospitais e às Santas Casas, que também irá beneficiar as unidades públicas de saúde do Circuito das Águas e da Região Bragantina. “Na prática, a medida beneficiará diretamente o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS)”, completou Edmir Chedid.

O parlamentar disse que entidades de assistência e desenvolvimento social, como as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAEs), também serão beneficiadas a partir das indicações apresentadas para a Lei de Diretrizes Orçamentárias. “Estas entidades atuam justamente onde o governo estadual não consegue agir, o que nos motivou a mais uma vez apoiá-las”, finalizou.

Acompanhe também pelo FacebookGoogle +InstagramTwitter e YouTube.
Pelo celular, Telegram e WhatsApp.

Anselmo Dequero | MTB 29.034
anselmo@edmirchedid2.hospedagemdesites.ws
11.99610 1419

Rolar para cima