Programas e projetos de Monte Mor deverão ser reavaliados pelo Estado

Compartilhar

Medida atende reivindicação do deputado Edmir Chedid, que participou de reunião na prefeitura de Monte Mor.

MONTE MOR – Os programas e projetos elaborados pela prefeitura de Monte Mor (Região Metropolitana de Campinas) para as áreas de assistência e de desenvolvimento social deverão ser reavaliados pelo governo estadual. A confirmação, que atende reivindicação do deputado Edmir Chedid (DEM), ocorreu por intermédio das secretarias da Casa Civil e de Desenvolvimento Social.

As prioridades definidas pela administração pública municipal foram tratadas numa reunião entre o parlamentar, o prefeito Thiago Assis e o vice-prefeito Rogério Maluf. Também participaram o secretário municipal de Defesa Civil, Murilo Rinaldo, o diretor do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran), Everaldo Morais, além dos assessores parlamentares Fabiano Washington Ruiz Martinez (Pinguim), Luciano Antonacci (Tucão) e Rafael Salomão.

“O município tem realizado um importante trabalho nas áreas de assistência e desenvolvimento social. A ampliação dessas atividades, no entanto, depende do apoio do Estado, como para a construção da Vila Dignidade destinada para os idosos independentes e de baixa renda”, complementou Edmir Chedid.

Com 56.335 habitantes (IBGE, 2016), Monte Mor está no Grupo 1 do Índice Paulista de Responsabilidade Social (IPRS), onde estão os municípios com bons indicadores de riqueza, longevidade e escolaridade. “Apesar disso, a prefeitura ainda não conseguiu promover as melhorias e as consequentes ampliações dos programas e projetos nessas duas áreas administrativas”, concluiu.

Benefícios
Murilo Rinaldo e Everaldo de Morais também apresentaram, no fim de março, uma série de reivindicações ao deputado Edmir Chedid. Uma das preocupações dos representantes políticos se deve à deficiência de investimentos do governo estadual em programas e projetos propostos para a comunidade de baixa renda ou a população que vive em situação de vulnerabilidade social.

“Os benefícios necessários ao município constam de um documento que já encaminhei ao Poder Executivo, por meio da Secretaria da Casa Civil. Mesmo diante da crise econômico-financeira, demonstramos que sem apoio a administração municipal não conseguirá manter e tampouco ampliar suas atividades conforme cronograma estipulado no início do ano”, concluiu o parlamentar.

 

Acompanhe também pelo FacebookGoogle +InstagramTwitter e YouTube.
Pelo celular, Telegram e WhatsApp.

Anselmo Dequero | MTB 29.034
anselmo@edmirchedid2.hospedagemdesites.ws
11.99610 1419

Rolar para cima