Pinhalzinho pede agilidade em repasse de recurso do Estado

Compartilhar

Edson de Godoi, deputado Edmir Chedid, prefeito Alexandre Franco e o ex-prefeito de Pinhalzinho, Lauro de Lima.

SÃO PAULO – A Secretaria da Casa Civil deverá liberar a segunda parcela do recurso financeiro destinado para a recuperação da ponte sobre um córrego na zona rural de Pinhalzinho (Região Bragantina). A estrutura não suportou o volume de água após forte chuva que atingiu o município dois meses atrás. A reivindicação foi apresentada pelo deputado Edmir Chedid (DEM).

De acordo com o parlamentar, apenas a primeira parcela do valor destinado pela Secretaria chegou à prefeitura de Pinhalzinho. “Este investimento foi suficiente para o início das atividades, que agora estão prejudicadas pela falta do recurso necessário para a finalização da obra. Os trabalhos contam com o apoio e a supervisão de funcionários da administração municipal”, garantiu.

Edmir Chedid também declarou que a ausência desta ponte tem resultado em prejuízos a cerca de mil moradores dos bairros Aparecidinha, Capinzeiro e Vargem Grande, além dos produtores rurais que a utilizam para o escoamento da produção agrícola. “Por isso, demonstramos para Secretaria a urgência desta segunda parcela às atividades da prefeitura de Pinhalzinho”, completou.

O pedido para a liberação do recurso financeiro consta de um documento elaborado com base em relatório do prefeito de Pinhalzinho, Alexandre Franco, e do chefe de gabinete Edson de Godoi, que também contou com a colaboração do ex-prefeito Lauro de Lima. “Nesta ocasião, também defendemos a liberação de mais recursos à nossa comunidade e prefeitura”, finalizou o ex-prefeito.

Acompanhe também pelo FacebookGoogle +InstagramTwitter e YouTube.

Anselmo Dequero | MTB 29.034 SP
imprensa@edmirchedid2.hospedagemdesites.ws
11.99610 1419

Rolar para cima