Região vai ganhar mais 15 leitos de UTI para ampliar retaguarda contra Covid

Região vai ganhar mais 15 leitos de UTI para ampliar retaguarda contra Covid

13 de janeiro de 2021

O governo do Estado vai montar 15 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com Covid-19 no Circuito das Águas.

A medida foi anunciada pelo secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, após reunião na capital com o deputado Edmir Chedid (DEM) e prefeitos da região.

As cidades de Amparo, Lindóia e Serra Negra já se colocaram à disposição para receber os novos leitos.

Com o reforço, a região passará a ter 46 vagas de UTI para Covid-19. São 10 no Hospital Universitário São Francisco (HUSF), 10 no Hospital Novo Bragantino, 6 na Santa Casa de Bragança e 5 na Santa Casa de Socorro. Destes últimos, somente os do Novo Bragantino ainda não estão em funcionamento (a unidade está recrutando médicos).

“A pandemia ainda não acabou. O reforço da nossa retaguarda, com esses novos leitos de UTI, dará mais segurança à região”, disse Edmir Chedid.

 

Contratação

Segundo o secretário Marco Vinholi, a expectativa é que a instalação dos leitos seja definida já nos próximos dias.

Presente na reunião, o prefeito de Amparo, Carlos Alberto (MDB), disse que a cidade possui estrutura para receber as novas vagas – mais especificamente, na Santa Casa Anna Cintra e no AME (Ambulatório Médico de Especialidades).

Os prefeitos de Lindóia, Luciano Lopes (PSDB), e Serra Negra, Elmir Chedid (DEM), também se dispuseram a abrigar os leitos.

“Vamos, agora, repassar todas essas possibilidades à Secretaria de Saúde. Independentemente do local escolhido, o mais importante é que a região não ficará sem os novos leitos”, afirmou Marco Vinholi.

 

Vacina contra Covid

O secretário também destacou os esforços do governo para a campanha de vacinação contra a Covid-19.

Segundo ele, as prefeituras da região devem começar a receber ainda nesta semana agulhas e seringas. Depois, as vacinas produzidas pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório Sinovac.

“Estamos muito confiantes”, disse Vinholi.

A campanha tem início previsto para o próximo dia 25. Na primeira fase, que vai até o fim de março, serão imunizados profissionais de saúde, idosos, indígenas e quilombolas, totalizando cerca de 9 milhões de pessoas.

Em audiência virtual da Assembleia Legislativa no fim do ano passado, o secretário de Saúde Jean Gorinchteyn disse que a meta é vacinar toda a população do Estado até julho.

 

 

 

Acompanhe o deputado Edmir Chedid também pelo FacebookInstagramTwitter e YouTube.

Pelo celular, no WhatsApp.

 

Informações:

Max Ramon / Assessoria de imprensa

(11) 3886-6429/6787