SP confirma construção de mais 214 moradias em Joanópolis e Piracaia

SP confirma construção de mais 214 moradias em Joanópolis e Piracaia

19 de abril de 2021

SÃO PAULO – O Poder Executivo, por meio da Secretaria de Estado da Habitação, confirmou nesta segunda-feira (19) a construção de mais 214 moradias populares na Região Bragantina. A iniciativa, resultado da reivindicação do deputado Edmir Chedid (DEM) em benefício da comunidade, beneficiará Joanópolis (135 unidades habitacionais) e Piracaia (79 unidades habitacionais).

O parlamentar explicou que as moradias populares serão construídas em terrenos doados pelos municípios e urbanizados pela Companhia de Desenvolvimento habitacional e Urbano (CDHU). “Antes, estava previsto que a Caixa Econômica Federal (CEF) assumiria a responsabilidade pela construção e pelo financiamento das unidades habitacionais. Mas, para garantir agilidade na produção dos empreendimentos, a CDHU assumirá a construção”, disse.

Edmir Chedid também afirmou que serão duas etapas de construção. Na primeira, será realizada a urbanização dos lotes com a pavimentação e a implantação de água, esgoto e outros itens. Na sequência, será realizada a construção das unidades habitacionais. “A intenção é garantir o benefício aos que mais precisam de apoio e atenção nestes dois municípios”, completou.

A Secretaria já se reuniu com as prefeituras de Joanópolis e Piracaia com o intuito de garantir o início das atividades. Na ocasião, também foram esclarecidas as propostas referentes aos projetos que serão realizados nestes dois municípios. “A mudança no formato construtivo é uma alternativa benéfica, pois, além da agilidade na construção, o mutuário será favorecido financeiramente. As prestações ficam mais baixas e sem juros”, garantiu o parlamentar.

Imagem: Iniciativa atende reivindicação apresentada pelo deputado Edmir Chedid.

 

Modelo
As unidades habitacionais terão dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e lavanderia. O projeto dos imóveis incorpora as melhorias estabelecidas como diretrizes de qualidade pela CDHU, como pisos cerâmicos com rodapé e laje de concreto em todos os cômodos, azulejos nas paredes hidráulicas, estrutura metálica nos telhados e sistema gerador de energia fotovoltaica.

Os sorteios para a seleção das famílias já foram realizados e serão mantidos para este formato. O financiamento dos imóveis seguirá os critérios da CDHU e as diretrizes da Política Habitacional do Estado, que preveem juros zero às famílias com renda mensal de até cinco salários mínimos. Assim, as famílias pagarão praticamente o mesmo valor ao longo dos 30 anos de contrato.

 

Redes Sociais
Facebook | Instagram | Twitter | YouTube.
Pelo celular, no WhatsApp.

Informações:
Anselmo Dequero
Assessor de Imprensa
jornalismo@edmirchedid.com.br
(11) 99592 5118