06 de dezembro de 2017

Operação Chuvas de Verão 2017/2018 recebe apoio parlamentar

SÃO PAULO - O deputado Edmir Chedid (DEM) declarou nesta quarta-feira, 07/12, apoio à Operação Chuvas de Verão, realizada pela Defesa Civil do Estado de São Paulo. A iniciativa, que se estende até 31 de março de 2018, tem por finalidade preservar vidas e reduzir danos humanos, materiais e ambientais, no período de chuvas fortes e vendavais que se aproxima no país.

De acordo com o parlamentar, durante a Operação Chuvas de Verão serão deflagrados os Planos Preventivos de Defesa Civil (PPDCs), específicos para escorregamentos e inundações, com o objetivo de prevenir e amenizar os impactos associados aos eventos típicos do período chuvoso. “É importante que todos os municípios reafirmem suas parcerias com a Defesa Civil”, disse.

No total, serão operacionalizados oito planos preventivos, que abrangem os 175 municípios mais vulneráveis do Estado, sendo um específico para inundações (Vale do Ribeira) e sete para escorregamentos (Baixada Santista, Região Metropolitana de São Paulo, bem como as regiões de Campinas, Itapeva e Sorocaba; Serra da Mantiqueira, Vale do Paraíba e Vale do Ribeira).

“Além destas regiões, é importante destacar que todos os demais municípios são diariamente assistidos e monitorados pela Defesa Civil. Para preparar os agentes municipais que operam os Planos Preventivos de Defesa Civil, o governo estadual realizou uma série de Oficinas Preparatórias visando a Operação Chuvas de Verão, o que considero essencial à comunidade”, comentou.


SMS
Para o verão 2017/2018, a população conta ainda com a ferramenta disponível em todo o Estado para auxiliar a Defesa Civil na emissão de alerta dos riscos de desastres via SMS. O serviço gratuito foi desenvolvido pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil e está sendo implementado no Estado de São Paulo pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec/SP).

“Os usuários de celular estão recebendo gradativamente uma mensagem SMS informando sobre a ativação do sistema. Para se cadastrar, a pessoa precisa responder essa mensagem com o número do CEP de interesse (som ponto e hífen). Com isso, o cidadão passa a receber alertas sempre que a Defesa Civil identificar um risco na área que abrange o CEP indicado”, concluiu.

Acompanhe também pelo FacebookGoogle +InstagramTwitter e YouTube.
Pelo celular, Telegram e WhatsApp.



Anselmo Dequero | MTB 29.034
anselmo@edmirchedid.com.br
11.99610 1419



Outras opções: voltar imprimir